Dino, o mascote d'O Muro

quinta-feira, 17 de junho de 2010

DA PRIMEIRA VEZ A GENTE NUNCA ESQUECE

Em frente à escola, um grupo de raparigas conversava sobre sexo. Entre elas, algumas já não eram mais virgens e compartilhavam com as outras a experiência da primeira vez.
Uma das donzelas, a mais sonhadora da turma, disse às amigas que sua primeira transa haveria de ser especial. “Um momento inesquecível!”.
Naquele mesmo dia, após as aulas, a virgem voltava para casa, quando, em dado momento, percebeu-se seguida por dois estranhos. Tentou fugir, mas logo a alcançaram. Arrastaram-na para um terreno baldio...
De fato, um momento inesquecível.
[gORj] ___________ In: Contos de pouco fôlego, 2009.

Um comentário:

Angela disse...

Pobre moça!
A maioria dos homens não calcula o valor que esta primeira experiência tem para uma mulher.