Dino, o mascote d'O Muro

domingo, 8 de janeiro de 2012

ENCONTRO À MODA ANTIGA


"Quando a luz dos olhos teus...", canta o Fusca. "Com a luz dos olhos meus...", responde a Kombi. "Resolvem se encontrar..."
Faróis estilhaçados. Os olhos dos motoristas para sempre apagados.

[gORj]

MIUDEZAS


1º de JANEIRO


Tempo fechado, ondas furiosas. O mar acordou de ressaca.

*

FERTILIZAÇÃO

Aproxima-se o temporal. O odor das árvores no cio.

*

SOFISMA BESTA

"Propaganda é a alma do negócio". A dar crédito a essa afirmação, concluímos que todos os publicitários arderão no Inferno. É lá o lugar daqueles que vendem a alma.

*

VOLEI

A namorada frequentava os treinos. Mas, entre os jogadores, não era ele quem ela mais admirava. Todos percebiam isso. Só ele não sacava nada.

*

MEMBRO DO ROTARY

Era membro do Rotary Club. De tão bom chegava a ser bobo. Os outros membros eram rotarianos. Só ele, um rotário.

*

IDADE DO LOBO

Abriu a janela. Viu-se a si mesmo no quintal: nu, com uma galinha na mão; a boca ensanguentada; a galinha sem a cabeça.

Acordou. O sonho deu fome. Foi à cozinha.

De pijama, comeu o resto do frango assado.

* * *
[gORj]

EFEITO BUMERANGUE

Moravam próximo aos trilhos ferroviários. Dessa incômoda localização tiravam ao menos um proveito: não precisavam esperar pelo caminhão de lixo. Amarrados em sacos plásticos, os detritos e resíduos domiciliares eram jogados nos vagões que passavam velozes ao fundo da casa. Chegava a ser divertido acertar as caçambas do trem. Também havia riscos. Uma noite acordaram com um estrondo. Parte do comboio descarrilara e por pouco não invadira o quintal. Lá fora ficou um dos vagões; o esterco que transportava, não.

[gORj]