Dino, o mascote d'O Muro

terça-feira, 17 de agosto de 2010

INDIGENTE

Carlos Pereira de Faria, vulgo C.P.F., casou-se com Rafaela Garcia, vulgo R.G. O casamento ia bem até o dia em que ela conheceu o P.I.S. (abreviação de Paulo Isidoro da Silva), com quem fugiu sem deixar pistas ou documentos.
Abandonado, CPF extraviou-se. Acabou inválido.
Sem RG, ele não é ninguém.
.
{gORj}

3 comentários:

Racionalismo Filosófico e Espiritual disse...

Crise de identidade total

Angela disse...

Já estou esperando o conto do DU!

mural do ajosan disse...

Só você pra criar um microconto desses, Wilson; prá lá de bom; muito bom.