Dino, o mascote d'O Muro

domingo, 30 de dezembro de 2007

A PAIXÃO DA SUA VIDA

Amava a morte. Mas não era correspondido.
Tomou veneno. Atirou-se de pontes. Aspirou gás. Sempre ela o rejeitava, recusando-lhe o abraço.
Quando finalmente desistiu da paixão entregando-se à vida, a morte, enciumada, estourou-lhe o coração.

Marina Colasanti
Do livro Contos de Amor Rasgados.

Um comentário:

Angela disse...

Este livro é especial. Comprei-o no lanaçamento, há anos... devorei seu conteudo com tanto ardor que nem sei onde pus o que sobrou!