Dino, o mascote d'O Muro

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

CÁ ESTAMOS

Dia 02 de novembro. Dois conhecidos se encontram na porta do cemitério.
– Você também aqui?
– Sempre venho. Não falto um ano.
– Comigo é a primeira vez.
– Espero que volte nos anos seguintes. Não devemos faltar. Tremenda falta de consideração deixá-los rezando para um túmulo vazio.
.
[wgorj]

3 comentários:

Lidi disse...

Muito bom! :)
Adorei...

Angela disse...

Adorei este seu conto! Surpreende e é muito bem pensado.

Cynthia Lopes disse...

e não é que eles tem razão! Adorei Wilson, bem pensado como sempre.
bjs