Dino, o mascote d'O Muro

sábado, 27 de junho de 2009

FRUSTRAÇÕES LITERÁRIAS II

imagem
MICROCONTISTA
Com seus pequeninos contos, quisera tornar-se um grande escritor.
Mas grande mesmo foi a sua desilusão. Pouco lido, pouco conhecido. Morreu frustrado.
Seu obituário no jornal lembrava um microconto.


BLOQUEIO
Diante da página em branco, desesperava-se o escritor. Faltavam-lhe inspiração, criatividade, palavras. “Isso nunca me aconteceu antes”.
Ao dizer essas palavras, de imediato lembrou-se do fiasco da noite passada e, alarmado, constatou que era a segunda vez que usava a mesma desculpa.


LANÇADO
Ninguém foi ao lançamento do seu primeiro livro. Tamanha frustração o levou a um gesto de loucura.
Do alto da passarela, lançou ao vento os mil exemplares publicados...
Num relampejo de consciência, ainda pode ver o último livro tombar próximo ao seu – também lançado! – corpo.
.