Dino, o mascote d'O Muro

terça-feira, 2 de junho de 2009

COLATERAL

O filho era hiperativo.
Para terem um pouco de paz em casa, dopavam-no todos os dias.
O menino cresceu. Hoje vive à base de estimulantes.
[wgorj]

5 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Definitivamente, não sabemos lidar com os fatos que a vida nos apresenta: nem os pais nem os filhos...
Preciso conto, meu querido amigo. bjs

Rynaldo Papoy disse...

Esse menino sou eu?

Angela disse...

Sempre certeiro na crítica social leve e ligeira!

José Rosa (ZeRo S/A) disse...

Consequências...

Edgar Borges disse...

tem gente que coloca uísque no mingua.