Dino, o mascote d'O Muro

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Eros

O amor é um deus pagão
– não se contenta com adorações,
quer sacrifícios.

Gorjeios

3 comentários:

Veneranda Pedroza disse...

A arte de dizer tudo com pouco não é para muitos...
Gostei do que li e vi por aqui. Voltarei mais vezes!
Abraços,

Angela disse...

Querido Wilson,
este texto, lindo e verdadeiro, é um exemplo de minhas dúvidas sobre os minis. Será ele um conto, ou será uma frase poética? Um belo Gorjeio?
Por isso é que prefiro escrever a teorizar. Não gosto de classificações mas... parece que o mundo precisa delas para não se perder? será? um bj.

wilson gorj disse...

Angela,

Por mim entendo que não é um microconto. É, de fato, uma frase poética, ou filosófica, ou.

Os outros gorjeios também são desse gênero: aforismos, tiradas filosóficas, pensamentos, etc.

Sei que a proposta do blog é publicar mínis. Mas, às vezes, convém quebrar as quebras. Principalmente as que nós mesmos estabelecemos.
-----------------

Sucesso aí com as oficinas do Sesc - RJ. Daqui torcerei para que tudo corra bem.

Abraços.