Dino, o mascote d'O Muro

sexta-feira, 21 de março de 2008

Novo Livro de Minicontos

Gregor Samsa

Um dia, Gregor Samsa decidiu visitar uma cigana famosa para que esta lhe lesse a sina.
A cigana pousou os dedos sobre a palma da mão dele e, depois de um breve prefácio de “huns” e “hans”, disse:
— Caro senhor, prepare-se. Em breve, vão crescer-lhe guelras e barbatanas.
Gregor Samsa considerou as palavras da cigana muito justas e sábias. Pagou e saiu.
Mais tarde, tentou reaver o dinheiro.
A cigana, porém, mandou dizer pela secretária que não falava com insectos.
.
Rui Manuel Amaral
Do livro Caravana, Angelus Novus, colecção Microcosmos, 2008.

2 comentários:

ZeRo S/A disse...

Muito interessante.

Angela disse...

Adoro os textos do Rui!
Acho sua forma de escrever parecida com a de Cortázar, em alguns contos. Fiquei super feliz em poder ter um livro inteirinho dele!