Dino, o mascote d'O Muro

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

UM BRINDE À VIDA

Numa noite a Morte veio buscá-lo.
Antes de partirem, ele implorou-lhe um último copo de vinho: “Aceita?”
Ela aceitou.
Os dois embebedaram-se.
A morte partiu sozinha.
img: chin-chin

2 comentários:

Dai disse...

Gostei!! hehehe. Valeu pela visita. Pode deixar que eu voltarei sempre, nem precisa convidar. E vou linkar, novo amigo =]
Beijos

Angela disse...

este seu conto é muito especial!