Dino, o mascote d'O Muro

quarta-feira, 20 de abril de 2011

MESTRE MEDUSA

Premiado escultor, aplaudido em vários salões de arte. Suas esculturas humanas causavam assombro, tamanha precisão de detalhes. Por conta delas, recebera o apelido com o qual há anos assinava suas obras.
Uma dúvida, porém, perseguia Mestre Medusa: teria ele condições de reproduzir com igual maestria um modelo não-humano?



Jornal O Lince

edição mar/abril

Um comentário:

Lidi disse...

E, enfim, Mestre Medusa conseguiu perfeição! Muito bom o conto, Gorj. Abraços.