Dino, o mascote d'O Muro

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

INCONSCIENTE

Por muitos anos permaneceu em coma profundo. No dia em que despertou, dentre outras indagações quis saber onde estava a esposa. Disseram-lhe a verdade. Considerando-se viúva, arranjara outro homem e partira sem deixar endereço.
E o filho?
Desse também ninguém sabia o paradeiro. Sabido era que o rapaz dissipara todo o patrimônio da família.
Consciente dessa realidade, o homem entregou-se ao abatimento. Agora só quer saber de fechar os olhos e dormir. Todavia, as poucas horas de sono não lhe são suficientes para matar a saudade dos anos em que dormia profundamente.

.
gORj

3 comentários:

Angela disse...

O coma como proteção! Agora me veio à mente que a palavra Coma - em inglês, é vírgula. Qual será a origem desta palavra em medicina já que o estado de coma pode parecer uma pausa?

André Damázio disse...

A Coma, subst. fem, em português, sinônimo em desuso de vírgula, vem do grego κόμμα via o latim comma: corte, parte de um período. No plural, é sinônimo de aspas; em Portugal ainda se usa dizer que algo foi escrito entre comas, ou seja, entre aspas.

O Coma, subst. masc., refere-se a um estado patológico e vem diretamente do grego κῶμα, significando sono profundo.

Há ainda o subst. fem. coma, que vem do grego kóme, que pode referir-se à cabeleira, cabelo comprido, crina de cavalo, juba de leão, copa de árvores, além de denominar as plumas usadas em capacetes militares antigos ou dos atuais trajes marciais de gala.

Espero ter ajudado! ;)

novatrova.blogspot.com

André

mural do ajosan disse...

Senitu saudades do coma... infelizmente! muito bom, Wilson.