Dino, o mascote d'O Muro

quinta-feira, 19 de março de 2009

COVEIROS

I.
O coveiro apanhou na mão a caveira desenterrada e, olhando-a comicamente, filosofou:
– Ser ou não ser?
“Eis a questão”, o crânio respondeu!
O ex-coveiro nunca mais quis saber de Shakespeare e cemitérios.

[w.G.]+II e III Coveiros [Minicontos em Série]

Foto: ator Sérgio Cardoso - Hamlet.

2 comentários:

Luciana Fátima disse...

Ótimo! Muito bom seu miniconto!!!

Parabéns!

Angela disse...

Terrivel mesmo seria se ele respondesse: O rouxinol ou a cotovia?
Brincadeira Wilson, seus contos são ótimos!